Crítica: Caramelo

Caramelo (Sukkar banat)

As meninas quando se juntam passam horas conversando. O que elas conversam? Sempre sobre as mesmas coisas, elas possuem uma “pauta” de assuntos. Se você for uma menina que possui um grupo de amigas fiéis as convide para assistir Caramelo. Já se você for do sexo masculino e estiver disposto a entender TENTAR entender o mundo das mulheres a dica vale para você também.

O foco narrativo gira em torno de um grupo de cinco amigas que trabalham em um salão de beleza (LADINE LABAKI, YASMINE ELMASRI, JOANA MOUKARZEL, GISÈLE AOUAD, SIHAME HADDAD). Cada uma vive um dilema em suas vidas. Nenhuma se abre muito umas com as outras, mas isso não é necessário já que uma boa amiga sempre sabe o que a outra está sentindo e pensando apenas pelo olhar. O apoio que umas dão as outras nasce daí, da sensibilidade que cada uma tem para perceber o que a outra está sentindo.

Para as que estão esperando um cenário americano com mulheres loiras nem pense em assistir esse filme. É um filme libanês que mostra uma realidade completamente diferente da qual estamos acostumados. Por isso, para se aproveitar a experiência, é necessário estar de braços abertos para assistir esse filme sério, já que trata de questões pessoais, mas divertido graças ao jeito das personagens lidarem com os problemas.

NOTA: 3.0/5.0

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s