In Memoriam: Sidney Lumet

SIDNEY LUMET, UM GÊNIO RECONHECIDO TARDIAMENTE POR HOLLYWOOD

Quinzena triste para Hollywood. Primeiro, morreu Liz Taylor, uma atriz consagradíssima. Agora, vai Sidney Lumet, um dos diretores mais brilhantes da história do cinema, que marcou a década de 70, que não foi reconhecido como deveria pela indústria do cinema. Quem assistiu a um de seus filmes, não se esquece nunca.

O primeiro que me lembro foi com um elenco excepcional, Assassinato no Expresso Oriente, onde virava a todo momento para minha mãe e dizia – “Nossa, tenho certeza que foi esse o assassino.“ Dez minutos depois – “Não, esse é o assassino!”. Bem, quem era o assassino, eu não conto aqui, mas quem assistiu provavelmente sentiu a mesma emoção que estou narrando. Ninguém adaptou outra obra da célebre escritora inglesa de mistério Agatha Christie como ele.

Depois assisti Rede de Intrigas e descobri uma Faye Dunaway e um Robert Duval completamente diferentes do que assisti em outros filmes. Claro, era o toque do mestre. A direção desse filme, em especial, provavelmente, mudou a vida desses atores e, embora escandalizando, na época, o mercado profissional relacionado a noticiários diários e programas de TV, sua visão deve ter se baseado nos trabalhos profissionais que desenvolveu em televisão antes de estrear em cinema e alertado muitos outros profissionais sérios sobre o problema chamado audiência.

Apaixonado por Nova Iorque, Sidney Lumet usava a vida da cidade para colocar ação e emoção em seus filmes. O imbatível “Um Dia de Cão”, com Al Pacino, foi baseado em fatos reais publicados em matérias dos jornalistas Thomas Moore e P. F. Kluge, publicadas no jornal New York Daily News, sobre o dia 22 de agosto em um assalto que deveria ter durado duas horas e não foi isso que aconteceu.

Reconhecido por permitir que atores improvisassem cenas em seus filmes, Sidney Lumet sabia como dirigir atores famosos respeitando a história de cada um e muitos deles saíam das filmagens elogiando Lumet.

Serpico, Os Donos do Poder, A Manhã Seguinte, O Veredito, Uma Estranha Entre Nós, O Peso de um Passado, O Impaciente, Sob Suspeita e o mais recente, Antes que o Diabo Saiba que Você Está Morto trazem o olhar de Sidney Lumet sempre sobre o ângulo de observador atento norte-americano, sendo ele o responsável por várias mudanças prisionais no sistema de seu país graças a seus filmes.

Também foi responsável por boas adaptações de peças de teatro para o cinema como, por exemplo, A Gaivota, de Anton Tchècov e, nele, denota sua herança familiar. Seus pais eram o ator Baruch Lumet e, sua mãe, uma bailarina.

E o Oscar vai para…

Concorreu ao Oscar de melhor direção em vários de seus filmes – Doze Homens em Fúria, Um Dia de Cão, O Veredito e Rede de Intrigas, Sidney Lumet só recebeu reconhecimento de Hollywood com um Oscar especial em 2005, “em reconhecimento por seus brilhantes serviços para roteiristas, atores e a arte cinematográfica”.

Muito pouco para quem dirigiu nomes sagrados do cinema como Henry Fonda, Paul Newman, Al Pacino, Sophia Loren (Uma Certa Mulher), Peter Finch e Faye Dunaway. Alguns de seus filmes devem ter inspirado Martin Scorcese.

Memorable Quotes

“There`s no such thing as a small part. There are just small actors.”

“Anything you can do with film, I can do with HD.”

“If a director comes in from California and doesn`t know the city at all, he picks the Empire State Building and all the postcard shots, and that, of course, isn`t the city.”

“All great work is preparing yourself for the accident to happen.”

“[on Paul Newman] Paul`s always been one of the best actors we`ve got, but there was that great stone face and those gorgeous blue eyes and a lot of people assumed he couldn`t act. He got relegated to leading man parts and he wasn`t using a quarter of his …”

“Melodrama is a much maligned genre. And I hope we can bring it back into fashion. I always think of melodrama as the thing we are all capable of that`s swept under the rug.”

“For any director with a little lucidity, masterpieces are films that come to you by accident”

Publicado em Especiais por Matheus Fragata. Marque Link Permanente.

Sobre Matheus Fragata

Formado em cinema pela UFSCar seguindo o sonho de me tornar Diretor de Fotografia. Sou apaixonado por filmes desde que nasci, além de ser fã inveterado do cinema silencioso e do grande mestre Hitchcock. Acredito no cinema contemporâneo, tenho fé em remakes e reboots, aposto em David Fincher e me divirto com as bobagens hollywoodianas. Tenho sonhos em 4K, coloridos e em preto e branco. Sempre me emociono com as histórias contadas por esta arte. Agora busco a oportunidade de emocionar alguém com as que tenho para contar

2 respostas em “In Memoriam: Sidney Lumet

  1. Sou fã declarado de Lumet. Quando o conheci, assistindo 12 Angry Men, pensei: “Que bom que Henr Fonda acreditou nele!”. Sim, se Fonda optasse por outro diretor (Lumet veio da TV, dirigindo esta peça, inclusive) talvez não tivéssemos o prazer de tantos trabalhos impecaveis. Meu destaque é absoluto para 3 de seus filmes: 12 Angry men, O Veredicto, e sobretudo Network. Obras-primas absolutas. E ainda há os ótimos Um Dia de Cão e Longa Jornada Noite Adentro. Ele merecia um Oscar por qualquer destes trabalhos, e não obteve nenhum!
    Mais um pra lista vergonhosa do Oscar, que também virou a cara pra Hitchcock, Bergman e Kubrick!

    Curtir

    • Concordo, Weiner. Mas vc viu a cara dele na foto quando recebeu o Oscar honorário? Haha, até eu fico feliz só de olhar =D
      Parabéns, você foi o primeiro a comentar a série “In Memoriam” – puts estou começando a rotular os falecidos tbm :/
      Abraços

      Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s